02 outubro, 2016

#30diasdruícos: Dia 28 - Caminho


Cada pessoa tem seu caminho e é responsável por trilhá-lo da melhor forma, seja ele qual for. E,  durante esses 30 dias fui capaz de mudar minha percepção sobre diversas coisas e uma delas é que o Caminho é fluído. Não há caminho certo e nem errado e um caminho pode ser feito de diversos caminhos ou pode sofrer diversas mudanças num curto período de tempo.

O Druidismo é o caminho religioso que sigo e, não é novidade para muitas pessoas que também pratico a Arte da Bruxaria. Minha relação com esta já é antiga, de outras vidas e está enraizada em meu ser. Nos meus primeiros passos dentro do Druidismo eu tentei separar uma coisa da outra e me livrar da Bruxaria, mas todas as tentativas foram vãs até eu compreender que eu não poderia, mesmo se quisesse, distinguir uma coisa da outra, pois, o MEU caminho é feito dos dois e mais alguns elementos. E ao longo do tempo, me deparei com espíritos e entidades que me auxiliaram e ainda auxiliam a construir a ponte que devo percorrer enquanto estiver por aqui.  

A caminhada espiritual não é fácil. Ela é feita de quedas, tropeços, dúvidas, fraquezas, inseguranças, mas também de conquistas e transformações. No final das contas, o fruto dessa jornada é a mudança para melhor. Todo o esforço vale a pena e todo o aprendizado é levado por todas as próximas vidas. Mesmo que não nos lembremos de tudo que passamos por aqui, quando trilhamos o Caminho certo e ele nos marca profundamente, essas marcas ficam gravadas na alma por toda eternidade e por todas as vidas.

Que sigamos à diante, seja por estradas escuras, caminhos de pedra e terra, florestas iluminadas ou completamente sombrias...não importa qual seja o caminho. Importa que sejamos pessoas melhores.

~ Jully Boduogena ~

Imagem retirada do Google