15 agosto, 2016

#30diasdruídicos: Dia 5 - Elementos



Certa vez eu escrevi:

Que o Céu seja minha Inspiração,
Que o Sol seja a luz para os meus olhos,
Que a Lua seja a minha Intuição,
Que o Verde do Carvalho seja o manto sobre mim,
Que as Nuvens me tragam Sabedoria,
Que os Ventos sejam o Sopro da minha vida,
Que o Mar alimente meu Sangue,
Que a Terra fortaleça os meus pés,
Que a Rocha sustente os meus ossos[...]

Hoje vamos falar sobre os elementos célticos. Diferente da ideia hermética de 5 elementos: Terra, Fogo, Ar, Água e Éter (ou Akasha), os celtas tinham uma estrutura de elementos de maior número, 9 no caso (alguns listam 7 e outros 11, mas geralmente são 9), os chamado 'Duile'. Estes elementos são, basicamente, uma visão de microcosmo do macrocosmo, ou seja, cada um deles está refletido em nosso ser. 
São estes os elementos e suas correspondências:

Céu ---> Cabeça      
Sol ---> Face 
Lua ---> Mente       

Nuvem ---> Cérebro     
Vento ---> Respiração
Mar ---> Sangue           

Vegetação ---> Cabelo
Terra ---> Carne
Rocha ---> Osso

Os 3 primeiros estão relacionados ao Reino do Céu, os 3 seguintes ao Reino do Mar e os 3 últimos ao reino da Terra.
Eu acrescentaria o Fogo à essa lista e o relacionaria ao nosso Espírito/Alma e ao reino do Céu. 
Além de assimilar esses elementos às partes do corpo humano, eu também gosto de assimilar esses elementos ao corpo do próprio mundo. Ou seja, se o Mar é o nosso sangue, também é o sangue do mundo e assim sucessivamente. Como disse no texto de ontem sobre os 3 Reinos, eu faço parte do mundo porque sou feita do mundo. 
No final das contas, nós e o Mundo, somos um grande caldeirão de elementos em constante movimento gerando e recebendo vida.




~ Jully Basilio (Boduogena) ~