26 agosto, 2016

#30diasdruídicos: Dia 14 - Meditação


Não preciso nem dizer que a meditação é não somente importante, mas essencial em qualquer caminho espiritual. Uma das primeiras coisas que aprendemos quando começamos a estudar a fundo sobre espiritualidade, é que a Meditação é uma ferramenta muito poderosa. Ela nos auxilia na busca do autoconhecimento e no contato com o Outro Mundo. Costumo dizer que nossa mente possui diversos portais e a meditação é o barco que nos guia à esses Mundos.

Esvaziando a mente...
Esvaziar por completo a mente é bem difícil. Minha mente tá sempre viajando por aí e eu tenho muita dificuldade em silenciá-la. Confesso que foram poucas as vezes que consegui isso e ainda assim, não posso dizer que alcancei aquele estado de "completo nada". Ainda assim, esse tipo de meditação me traz uma completa paz interior e a beleza do Silêncio é transformadora.
Esvaziar a mente é ótimo para dar uma desacelerada do dia-a-dia. É um momento de intimidade consigo mesmo, onde os problemas cotidianos devem todos ficar para trás e a atenção deve ser voltada ao 'aqui e agora'. 
Algumas técnicas podem ser utilizadas para auxiliar nesse tipo de meditação: fechar os olhos e concentrar-se apenas na respiração, desfocando de qualquer pensamento que vier à mente e focando apenas no inspirar e expirar. A contemplação também é uma ótima ferramenta para alcançar esse estado de silêncio: observar a chama de uma vela ou o fogo de um caldeirão ou fogueira, contemplar algum elemento da Natureza como uma montanha, uma árvore, um rio, uma paisagem e manter a mente ligada apenas ao que está sendo observado. Isso também pode ser feito com uma música calma e relaxante, de preferência instrumental, para que a letra não tire a atenção. E por fim, a persistência! Muita gente desiste logo na primeira tentativa ou não tem paciência para dar continuidade. Mas tudo é uma questão de prática. Eu acredito que ainda chegarei no "completo nada", continuo persistindo e praticando e a cada dia vamos melhorando.

Viajando por aí...
Ah...essa é a minha preferida. A meditação à qual chamamos de Jornada, é uma meditação onde não esvaziamos a mente, ao invés disso, preenchemos com visualizações. E aqui tudo pode acontecer! Infinitas possibilidades existem quando entramos em Jornada. Podemos ir para qualquer lugar, ter contato com qualquer tipo de ser e podemos fazer e ser qualquer tipo de coisa. Os portais são infinitos! 
Pelo mundo afora existem portais para Outros Mundos que os Sidhe utilizam para vir ao nosso mundo. A névoa branca é a ferramente que eles usam para atravessar estes portais. Da mesma forma, nós, como microcosmo, também possuímos portais e o meio que utilizamos para atravessá-los são as Jornadas. Parece maluquice, eu sei, mas essa ideia faz bastante sentido para mim. Da mesma forma que os Seres que habitam Outros-mundos podem vir para cá, nós também podemos ir para lá. E quando você compreende isso, os limites todos caem por terra.
Eu ainda quero fazer mais artigos no blog somente sobre este assunto, utilizando mitos para aprofundar mais, mas por hoje ainda não.

Paciência...
Muitas pessoas iniciam num caminho espiritual e não possuem paciência alguma para meditar. Uns possuem dificuldades para tranquilizar a mente, outros tem medo do que podem encontrar quando voltam seus olhos para si mesmos, outros apenas não tem interesse. Eu digo a todos vocês: pratiquem! Não tenham medo e nem preguiça e muito menos desanimo. Algumas pessoas tem muita facilidade de atravessar as brumas e outras mais dificuldades, mas o segredo é praticar sempre. Nem que seja 5 minutos por dia. Aos poucos as cortinas vão se abrindo. Experiências maravilhosas esperam por você.

/|\

~ Jully Boduogena ~