11 junho, 2014

#religião: O Druidismo e o Porquê


Uma breve explicação:
Nada mais justo que eu comece explicando um pouco sobre o que é o Druidismo e o porquê de eu ter "escolhido" este caminho.
Bom, falando de maneira bem simples e muito, mas muito resumida; o Druidismo é a antiga religião do antigo povo celta(mais para frente falo mais deles). Este por sua vez, tem como maior fonte de inspiração os deuses celtas, a própria natureza e tudo que nela habita, tendo assim respeito e admiração por todos os seres e tipos de vida.

Nós vemos a sacralidade na Natureza e a entendemos como a própria manifestação dos Deuses. Somos pagãos e reconstrucionistas da cultura celta. Não seguimos um único deus, mas vários. Participamos anualmente de festivais em memória de nossos deuses(mais para frente também falarei destes festivais).  Não pregamos a intolerância religiosa  e nem atacamos outras crenças, antes, apoiamos o respeito e a liberdade de escolha.
Hoje pelo Brasil existem vários grupos de estudos sobre Druidismo e Reconstrucionismo Celta, estes por sua vez buscam justamente reconstruir o que há muitos anos fora quase esquecido: a cultura em sí, a religião, a mitologia, a música, a filosofia, seus costumes, ritos, os deuses, a história deste povo maravilhoso como um todo e sabemos que não é uma tarefa fácil por dois motivos:
os celtas não tinham o costume de escrever, suas tradições eram passadas oralmente;
os malditos romanos fizeram o grande favor de praticamente aniquilar os Celtas por completo.
Então o que sobrou foram os relatos e escritos dos próprios romanos(mas este também é um assunto futuro...).
Bom, este ano comecei oficialmente meus estudos fazendo parte de um grupo em SP. Então futuramente haverá ainda muitas postagens sobre meus estudos particulares e aprendizados.

Uma ideia sobre o Druidismo:
"Entendemos o Druidismo de forma ampla, tanto o Druidismo antigo (praticado nos tempos dos Celtas), quanto o Druidismo renascido, ou o Druidismo moderno. Não fazemos julgamento sobre o movimento druídico, e fazemos parte dele, entendendo o Druidismo como um só, apenas manifestado de forma diferente, em épocas diferentes, por pessoas diferentes. Nosso Druidismo é politeísta, animista, e pagão. Seu enfoque é principalmente devocional, mas também envolve o trabalho mágico. Ele tem sua base na cultura dos Celtas e Druidas históricos, mas a base não é a única parte de uma fortaleza, por isso não se nega a aprender com novas influências... "
                                Fonte: Ramo de Carvalho


Por que escolhi este caminho?
Bom, esta é uma pergunta um tanto difícil de se responder. Não creio que eu própria tenha escolhido essa religião. Mas é como se algo estivesse me chamando.
Tudo começou quando criança. eu sempre fui ligada à natureza e aos animais. Gostava de desenhos e filmes com bruxas e adorava magia, mesmo sem saber que muitas coisas que eu via eram reais. Lembro-me de passar horas brincando e fingindo que tinha poderes rs. Eu morava em uma casa cheia de árvores, cresci tendo contato com todo tipo de insetos e animais tipo: galinhas, cachorros e uma jabuti(saudades), corria de pé no chão pelo quintal, me pendurava nas árvores...ahhh, quanta saudade.
Eu lembro que quando anoitecia, eu olhava na direção das árvores, um baita escurão e sabia que ali não estavam presentes somente árvores e insetos...tinha um mistério na escuridão, havia uma presença se movimentando por entre os galhos, eu sabia que havia mais alguém ali.
Bom, cresci e esse amor me acompanhou. Com 13 anos resolvi estudar sobre Magia e me deparei com a Wicca, lia muito sobre e fiz amizade com uma senhora de SP(apelidada de Morgana), ela me ensinou muito, me dava conselhos,  e estava disposta a fazer minha iniciação na Magia. Mas não aconteceu.
Com 16 anos, após estudar tantas coisas e enraizar um amor pela Natureza(nesta época eu a via como a própria Deusa), de repente me vi nos caminhos cristãos. Foi uma reviravolta na minha vida espiritual; me desfiz de amuletos, pequenas esculturas e até mesmo de roupas. Foi uma experiencia de aprendizado, por um bom tempo eu realmente amei estar na igreja mas meu coração pertencia a outra fé. Eu vivia dividida entre a fé na Deusa e a fé em Cristo. Fui fanática, perdi "amigos" por ter me tornado uma pessoa chata, mas no fundo eu sempre escutava uma outra voz em meu coração, uma voz suave, cristalina, de Mãe. Mas nas minhas condições me diziam que era o diabo tentando me seduzir. Diziam que isso levava ao inferno e a condenação eterna, diziam que adorar deuses pagãos era a chave para a morte. E ouvir isso foi destruidor pra mim, porque no fundo eu sabia que uma hora ou outra eu voltaria para os braços da Mãe.
Permaneci na igreja(evangélica) por 6 anos. Vivi e vi coisas que me convenceram de que aquilo era muita hipocrisia para um lugar só. Me convenci de que não tinha nascido para ver coisas erradas e ficar de braços cruzados. Não nasci pra sentar em um banco de igreja pra procurar conforto e só sair mais vazia do que eu havia entrado. Quando realmente me convenci de que aquilo não era mais para mim(e nunca foi) resolvi tapar os meus ouvidos para o que os outros me diziam e retomei meus estudos sobre o paganismo.
Foi então que descobri que o que sempre acreditei tinha um nome: Druidismo.
Eu sei que enfrentarei ainda muitos desafios, por exemplo, o preconceito. Muitas pessoas ainda acham que isso é um tipo de culto à demônios. Pelo contrário, o Druidismo tem me ensinado a me tornar uma pessoa melhor. Uma pessoa que vive em comunhão com a Natureza é uma pessoa que se torna cada vez mais nobre, com o espírito mais cheio de vida e de luz.

Respeitar todo tipo de vida, viver em comunhão com a Natureza e honrar a sabedoria ancestral.
Uma tríade de ouro para mim.

Bom, deixo aqui um pedacinho da minha história. Tenho muito ainda o que aprender. Esta jornada está apenas começando mas me sinto completa e feliz por estar no caminho de onde nunca deveria ter saído!
Obrigada pela visita :)


~~* Jully Basilio *~~