23 dezembro, 2014

#religião: O Mar sob o Sol

Tudo começou com um passeio gostoso pelo mar, sobre as costas de uma pequena e amigável foca que por ali passava e gentilmente ofereceu-me uma carona. Não sabia exatamente para onde estávamos indo, mas senti que algo bom estava à nossa espera. O sol sobre nossas cabeças e o mar fluindo à nossa volta me fez perceber que aquele não era um passeio comum. A energia aumentava e a água banhava meus pés. Definitivamente eu havia entregue todo meu ser para aquele momento único quando percebi que nós duas não estávamos sozinhas. Ao nosso lado, um senhor forte, com barba e cabelos brancos e longos, um olhar manso e um sorriso doce, fluía pelas águas calmamente. Olhou para nós duas com doçura e disse-nos: "Serei seu guia nessa viagem". E permaneceu sorrindo daquela forma aconchegante, como um pai que sente prazer em fazer um passeio com seu filho.
Por uns minutos fomos viajando pelo mar adentro, passando por belos animais. Gaivotas sobrevoavam nossas cabeças, tartarugas nadavam logo abaixo de nós. Tubarões eram amigos, golfinhos diziam "olá" para a foquinha, peixes nos rodeavam como uma ciranda ensaiada.
Estava tudo tão mágico quando de longe avistei uma ilha. Alta, bela e imponente. Maravilhei-me quando percebi que o Senhor dos Mares estava nos levando naquela direção.

04 dezembro, 2014

5 razões pelas quais não preciso do Cristianismo


Chega de Intolerância

Bom, este será um post diferente dos que costumo fazer e já não é de hoje que estou com vontade de escrever um texto sobre esse tema (polêmico, por sinal). Minha intenção não é atacar crença/religião/fé de ninguém, mas antes, expressar minha visão sobre o cristianismo hoje e como ele afeta negativamente a MINHA vida.
Antes de mais nada: sim, eu já fui cristã (católica e evangélica) e conheço de perto sobre cada item que citarei aqui. Bom, então vamos à lista básica:

02 agosto, 2014

#religião: O Fogo do Inverno

Brighid, Senhora do Fogo

Agradecimento:
Começo a postagem de hoje agradecendo. Sim, apenas agradecendo. Sou grata por algo que essa Grande Mãe fez por mim. Em meio à lágrimas e sintomas de desespero que há dias estavam acumulados, por N motivos, sua voz ecoou em minha mente: "Escreva minha menina." E foi isso que fiz. Abri o editor de texto e deixei a Inspiração fluir.
Não se tratou de apenas escrever e jogar toda sua carga negativa em palavras. Não. Nem chega perto disso. Muitos sabem que sou aspirante à escritora. Escrevo contos e arrisco poesias. Mas meu forte é histórias de aventuras. E já há algum tempo uma nova história emergiu de minha mente e já havia colocado um pouco no papel, mas acabei largando de canto. Porém, ontem(31/07/14), foi algo diferente. Eu A ouvi e comecei a escrever como se não houvesse amanhã; a história começou a se desenrolar, ideias que eu jamais havia pensado começaram a brotar e quando me dei conta havia escrito várias e várias linhas.
Se já não bastasse isso tudo, eu percebi que eu estava tremendo e comecei a ser invadida por um sentimento maravilhoso. Era como se eu estivesse passando por uma limpeza interior naquele momento, senti meu coração queimar e quando me dei conta toda aquela tristeza e desespero que estava acumulado há dias, simplesmente já havia ido embora sem se despedir. Bom, eu fiquei um pouco confusa e surpresa na hora, porém, eu simplesmente SABIA, sem ninguém me contar, que Brighid estava naquele momento presente, com seu fogo purificador e inspirador. Já havia dias eu clamava à ela por algum tipo de iluminação e ela simplesmente atendeu ao meu chamado.
Senhora do Fogo da Forja;
Senhora do Fogo da Inspiração;
Senhora do Fogo da Cura!
Esta é a grande Senhora que com suas Chamas purificou e curou a minha alma e de quebra, ainda me encheu de inspiração <3

08 julho, 2014

#mitologia: As Invasões da Irlanda - Parte I

O post de hoje será baseado em minha leitura do texto "As Invasões da Irlanda - Mitologia: parte I" escrito por Wallace.

O estudo da Mitologia Celta:
Existe um fato sobre a mitologia celta que dificulta seu estudo: Tudo que sabemos sobre este povo NÃO foi escrito por eles mesmos, justamente porque não possuíam o hábito de escrever suas crenças, lendas, mitos e etc. Toda informação referente aos seus mitos que temos acesso hoje, foi escrita por monges cristãos descendentes dos celtas, mas ainda sim cristãos e isto significa problema.
Bom, o problema em si é que pelo cristianismo ser uma religião completamente diferente da religião cultuada pelos celtas, muito foi alterado, muitos fatos foram tratados com descaso e preconceito. Muitos contos se perderam no tempo.

19 junho, 2014

#religião: A noite mais longa

NewGrange, iluminado pelo sol do Solstício
Já que estamos todos em clima de Solstício de Inverno, resolvi fazer uma postagem especial sobre o tema. Abordando seu significado e alguns deuses que possui ligação com a data.

Afinal, o que é um Solstício de Inverno?
Falando de maneira básica e simples: o solstício de inverno é quando o Inverno está em seu ápice. Nesta data temos o dia mais curto do ano e a noite mais longa do ano. A partir daí, cada noite vai ficando mais curta(coisa de 1 minuto) até que chegue no Equinócio de Primavera(assunto para um post futuro), onde dia e noite possuem 12 horas de duração. O Solstício ocorre no Hemisfério Norte por volta de 21 de dezembro e no Hemisfério Sul(o nosso) por volta de 21 de junho, ou seja, este sábado \o/

17 junho, 2014

#religião: Tribo e Terra

O texto de hoje será baseado nos meus estudos sobre o texto "Tribo e Terra - Religião: parte I(escrito por Wallace)"

A natureza e a filosofia ética: 
Existe uma frase do cronista grego Estrabão que contêm 2 termos que definem resumidamente toda a filosofia do Druidismo:
'Druidas, que, junto ao estudo da natureza, também da filosofia ética se ocupam.'

O Estudo da Natureza e a Ética é o principio para que possamos estudar e entender a cultura dos celtas. Os antigos Druidas eram grandes sábios, filósofos, juízes, historiadores, sacerdotes, curandeiros..., ou seja, eram as pessoas responsáveis por estabelecer a base intelectual da sociedade, eram grandes mestres que através destes dois elementos, Estudo da natureza e Ética, buscavam manter a união entre a Terra  e a Tribo.
Bom, isso explica de maneira resumida o porquê, nós seguidores do Druidismo temos essa ligação forte com o mundo natural, simplesmente porque é a base de toda nossa crença.
A natureza é vida e nos dá vida. O que seria de nós, por exemplo, sem a água e sem o oxigênio produzido pelas árvores? Este é um exemplo simples de que, nós humanos não viveríamos um dia na Terra se não fosse pelo que ela nos oferece, porém, a Terra continuará intacta sem nós.

11 junho, 2014

#religião: O Druidismo e o Porquê


Uma breve explicação:
Nada mais justo que eu comece explicando um pouco sobre o que é o Druidismo e o porquê de eu ter "escolhido" este caminho.
Bom, falando de maneira bem simples e muito, mas muito resumida; o Druidismo é a antiga religião do antigo povo celta(mais para frente falo mais deles). Este por sua vez, tem como maior fonte de inspiração os deuses celtas, a própria natureza e tudo que nela habita, tendo assim respeito e admiração por todos os seres e tipos de vida.